DISCOS DE 2008… E DE 98

Fim de ano e todas a publicações dão uma de Nick Hornby e montam suas listinhas de melhores lançamentos dos últimos 12 meses. Assim como feito no ano passado, aqui estão os discos lançados em 2008 que mais fizeram minha cabeça seguida de uma comparação com os que mais tocavam em meu CD Player 10 anos atrás.

Como neste ano tá muito mais fácil escolher as melhores músicas que melhores albuns [só olhar que, ou contrário do que costuma acontecer, o top da Rolling Stone, NME, Mojo, Pitchfork e Spin não concordam com quase nada] todos desta seleção estão praticamente em empate tecnico. Lá vai:

1. OF MONTREAL – Skeletal Lampingof-montreal-skeletal-lamping

Como se os Mutantes encontrassem Prince e Queen em uma balada gay, este disco encabeça a lista pela genialidade em misturar pop dançante e psicodelia de um forma divertida para narrar as aventuras do hermafrodita George Fruit, espécie de Ziggy Stardust dos tempos modernos.

mp3: Gallery Peace

Id Engager

2. LITTLE JOY – Little Joylittle-joy

Com um clima praiano e melodias para namoradinhos apaixonados, a parceria de Fabrizio Moretti dos Strokes e Rodrigo Amarante do Los Hermanos [e também Devendra Banhart tocando chocalho] foi uma ótima e inesperada surpresa. Trilha para este verão.

mp3: Brand New Start

No Better Shake Now

3. STEREOLAB – Chemical Chordsstereolab-chemical-chords

Esquecido por todo mundo, o bom e velho Stereolab volta com um dos disquinhos mais bacanas desde os anos 90.

mp3: Cellulose Sunshine

Neon Beanbag

4. BLACK KEYS – Attack & Releaseblack-keys-attack-release

Bluesfolkrock cru e direto. A dupla ficou bem cotada este ano. A faixa Psychotic Girl me deixou viciado.

mp3: Psychotic Girl

Your Touch

5. CUT COPY – In Ghost Colourcut-copy-in-ghost-colour

Comecei achando que era mais um desses grupos de dance pra tocar em FM coxinha, mas o trio australiano surpreendeu com um album de rock, new wave [sem a cafonice] e eletrônica acima da média.

mp3: Feel The Love

Lights & Music

6. TV ON THE RADIO – Dear Sciencetv-on-the-radio-dear-science1

Tirando a média, é o disco favorito dos críticos em 2008. Com ele o  TV On The Radio deu um passo à frente colocando a inteligência pra dançar.

mp3: Crying

Golden Age

7. MGMT – Oracular Spectatularmgmt-oracular-spectacular

Nem se eu não quisesse esse tinha de entrar na lista. Electic Feel, Kids e Time To Pretend animou tudo quanté festa este ano.

mp3: Electric Feel

Kids

8. VETIVER – Things Of The Pastvetiver-things-of-the-past1

Covers country-folk de canções de grandes nomes do cancioneiro popular americano. A bela capa sintetiza perfeitamente  o clima do disco. Delicioso para a nostalgia de uma tarde de domingo!

mp3: Houses

Blue Driver

9. BLACK MOUNTAIN – In The Futureblack-mountain-in-the-future

Este foi o ano de bandas com “Black” no nome. Som desértico vindo do frio canadense. Wucan é hipnotizante.

mp3: Stormy High

Wucan

10. HOT CHIP – Made In The Darkhot-chip-made-in-the-dark

Nerds e pista de dança estão na moda. Do disco anterior apenas Over And Over prestava, mas este o Hot Chip conseguiu rechear de boas músicas.

mp3: Hold On

Ready For The Floor

11. DEATH CAB FOR CUTIES – Narrow Stairsdeath-cab-for-cuties-narrow-staris

A fofice usual de Ben Gibbard e cia sempre funciona.

mp3: Your New Twin Size Bed

I Will Possess Your Heart

12.THE TEENAGERS – Reality Checkthe-tnagers-reality-check

Nova onda de rock inglês com um pé no eletrônico faz o pano de fundo para a veborragia sacana de sotaque britânico do Teenagers.

mp3: Homecoming

Love No

13. NOTWIST – The Devil, You + Menotwist

Experimetalismo pop com jeito de Postal Service [e vice-versa].

mp3: Boneless

Where In This World

14. CAT POWER – Jukeboxcatpower-jukebox

A docura dos vocais de Chan Marshal em mais um disco de versões.

mp3: Naked If I Want To

New York, NewYork

15. …

Era pra ser o Portishead mas como não achei o Third lá essas coisas, vai Mallu Magalhães mesmo.

mallu

mp3: Don’t You Look  Back

Tchubaruba

 

UPDATE: 5 ½. 3 NA MASSA – Na Confraria das Sedutoras 3namassa 

Não sei como esqueci desse discasso do 3 Na Massa [já resenhado aqui] Em clima de cabaret no mangue, o Na Confraria… é sensual, moderno e vintage ao mesmo tempo, por isso vai lá pra cima, ficando entre o Cut Copy e o TV On The Radio

mp3: Estrondo

Tatuí

 

 

E em 98

1. PORTISHEAD – Roseland New Yorkportishead-roseland-ny

Lindo que dói! Mas ouça com remédios e objetos cortantes longe do alcance.

Cowboys

2. QUEENS OF THE STONE AGE – QOTSAqueens-of-the-stone-age

A melhor banda de rock da atualidade já apavorava há dez anos.

Avon

3. MUNDO LIVRE S/A – Carnaval Na Obramundo

A sapercodisse de Fred 04 e seu sambinha antenado, letras bem sacadas e falsete à la Jorge Ben Jor.

Bolo de Ameixa

4. SONIC YOUTH – A Thousand Leavessonic-youth-a-thousand-leaves

Sunday comes and sunday goes e o Sonic Youth sempre no play.

Sunday

5. SOLEX – Solex vs. The Hitmeister solex

Banda de uma mulher só. Esse disqunho maluco foi a trilha que potencializou as chapações dos tempos de faculdade.

All Lickety Split

6.FACE TO FACE – Liveface-to-face-live

Puro espírito adolescente. Este ao vivo me acompanhou em bons momentos daquele ano.

Disconected

7. AIR – Moon Safariair-moon-safari

Coisa Fina! Foi ai que eu comecei a entender o conceito de Lounge Music.

La Femme D’argent

8. PJ HARVEY – Is This Desirepj-harvey-is-this-desire

É a magrela, né. Não tem jeito…

Perfect Day Elyse

9. MASSIVE ATTACK – Protectionmassive-attack-mezzanine1

Uma amiga chamada Delma me apresentou e nunca mais deixei de gostar. Dela e de Massive Attack.

Angel

10. CAKE – Prolong The Magiccake-never-there

Divertido a beça! É nesse que tem Never There.

Ships Goes To Heaven

11. ELLIOTT SMITH – XOelliott-smith-xo

Ficava esperando o Fabio Massari passar alguma coisa dele no saudoso Lado B.

Waltz #2

12. SMASHING PUMPKINS – Adoresmashing-pumpkins-adore

Dispensaram o baterista e colocaram uma bateria eletrônica, ainda assim, é um bom disco.

Ava Adore

13. BELLE & SEBASTIAN – The Boy With The Arab Strapbelle-sebastian-the-boy-with-the-arab-strap

Era uma onda isso! Eu gostava, mas tinha um certo histerismo indie em volta deles. Hoje esse povo todo dever ter virado fã de Los Hermanos.

The Boy With The Arab Strab

14. KORN – Follow The Leaderkorn-folllow-the-leader

Na época era bom.

Freak On A Leash

15. TRICKY – Angels With Dirty Facetricky-angel-with-dirty-face

Além de  assustar criancinhas, Tricky também produz músicas cheias de clima, qualidade e esquisitice.

Broken Homes (c/ PJ Harvey)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: