O estranho retorno do estranhanet

 

"Um brinde!! Eu também leio o estranhanet"

"o quê? o estranhanet está de volta!? Um brinde!!!"

Lá pelos idos de 2001, era responsável pela programação das madrugadas de uma certa TV interativa pela internet.  Um dos programas era uma verdadeira sandice: apresentadores malucos, trilha sonora barulhenta, câmera nervosa, linguagem chula, pornografia barata e tudo mais que a criatividade e a falta de juízo podiam conceber. A certeza que aquilo não ira durar muito tempo fazia parte da rotina, mas aproveitávamos do horário do sono de beleza da chefia pra tocar o puteiro impunemente.

Sabendo que só mesmo a escória nerdonautica teria coragem assistir um troço daqueles no meio da madruga, comecei a pesquisar sites suficientemente bizarros e apresentá-los  para nossa refinada audiência noturna durante o programa. O truque era: escrever qualquer porcaria no google, clicar no site mais estranho que a busca fornecia e entrar no link do link do link do link…

A curva de rio da internet.
Esse garimpo me levou aos obscuros porões do mundo virtual, no entanto, depois de 1 ano [1 ano!!!], a atração foi cancelada por motivos que você deve imaginar e acabei sobrando com aquele monte de endereços curiosos guardados. “Esse monte de baboseiras encalhadas só na minha mão!? Mánemorrrta!” e toca eu lá dividi-los com meus pobres amigos através da lista de e-mails. Batizei de estranhanet, escrevia uma breve sinopse do conteúdo e enviava, sem remorso, para o seleto grupo em forma de odiosos spams.
Mas… o presente de grego acabou agradando, gerou comentários, contribuições e durou até a edição 99. O centésimo estranhenet neste formado nunca existiu.

Anos depois, o estranha passou pelo site do anydesign mas acabou largado às traças para dar espaço ao SoundCheck, blog paralelo que tratava a música as vezes como divina, as vezes como piada,  para voltar agora, em endereço próprio, com a idéia de concentrar e dividir algumas coisas que esbarro por aí acrecentando um pouco do fabulario geral do delírio cotidiano [salve Bukowski!], afinal, a internet já deixou de ser uma realidade paralela pra fazer parte do nosso dia a dia quase sem a gente perceber.

O estranhanet é para amigos, curiosos, incautos, perdidos, ociosos, empregadas domésticas, engolidores de espada e advogados criminalistas. Visite todo o dia, só não espere encontrar alguma coisa eu vá mudar sua vida.

4 respostas para O estranho retorno do estranhanet

  1. Sr. WordPress disse:

    Olá, isto é um comentário.
    Para excluir um comentário, faça o login e veja os comentários dos posts. Lá você vai ter a opção de editá-los ou excluí-los.

  2. Marcelo ICE disse:

    Cara ainda tenho uma porrada de link daqueles tempos, vou ver se afcho no meu e-mail hehehe, boa idéia aquela época foi muito engraçada e mesmo trabalhando nos divertimos bastante…

    Assim que achar o material te mando para auxiar nas suas publicações

    Abraço…

  3. Danilo Meira disse:

    Porra Taddews!! “apresentadores malucos, trilha sonora barulhenta, câmera nervosa, linguagem chula, pornografia barata e tudo mais que a criatividade e a falta de juízo podiam conceber” foi foda!!! Resumiu o Guarda Perefeitamente!!!

    Danilo Meira
    – Testemunha Ocular da História

  4. Tadeu disse:

    rerere! e num é? madrugadas insanas.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: